Saiba tudo para criar sua buyer persona

  21/Dez

Ter o domínio e entendimento sobre quem é o seu público e o que ele quer é requisito fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Uma boa estratégia de marketing digital precisa ser baseada no público que você deseja atingir.

Todas as táticas e o conteúdo que vão compor a sua estratégia precisam ser do interesse do seu comprador ideal.

Pensando nisso, Alan Cooper, considerado o pai das buyer personas, estendeu o conceito de público-alvo e criou uma forma de otimizar, segmentar e definir quem é esse público, o que ele faz e do que ele gosta.


Mas afinal, o que é uma Buyer Persona?

Persona ou buyer persona é um perfil semificional que representa o cliente ideal de uma empresa, criados para ajudar seu negócio a compreender melhor quem é o cliente e do que ele precisa.

As aplicações de uma buyer persona são inúmeras, mas a mais importante é que quando bem definidas, tem o potencial trazer muito mais sucesso a sua estratégia.

Por que criar uma persona?
A criação de personas é vista como um passo fundamental dentro de uma estratégia de Marketing Digital de resultados. Criamos personas para enviar a mensagem certa para as pessoas certas e, assim, termos maiores chances de sucesso.
Pense na buyer persona como um guia para tudo que será criado dentro da sua estratégia de marketing digital, pois é ela quem vai interagir com o conteúdo que você criar.
Falando nisso, você sabe como o marketing de conteúdo pode te ajudar e que tipo de agência faz esse serviço?


Persona x Público-alvo: entenda a diferença

É bem comum que hajam algumas dúvidas entre esses dois conceitos. Mas uma coisa que você deve ter em mente é que persona e público-alvo não são sinônimos.Veja um exemplo e entenda melhor!

Público-alvo: Homens e mulheres, de 21 a 28 anos, solteiros, graduados em administração, com renda média mensal de R$ 4.500. Pretendem se profissionalizar e gostam de viagens.

Persona: Carlos Henrique tem 24 anos, é administrador recém-formado e autônomo. Pensa em se desenvolver profissionalmente através de um mestrado fora do país, pois adora viajar, é solteiro e sempre quis fazer um intercâmbio. Está buscando uma agência que o ajude a encontrar universidades na Europa que aceitem alunos estrangeiros.

Viu a diferença na profundidade das informações? Público-alvo é, de uma maneira geral, uma parcela abrangente da sociedade para quem você vende seus produtos ou serviços. Já a persona, como falado no tópico acima, é a representação do seu cliente ideal, de forma mais humanizada e mais personalizada.


#DICA: É comum que os negócios tenham mais do que uma persona definida. Porém, não exagere. Se uma persona pode limitar muito seu público, muitas personas podem fazer com que sua estratégia perca o foco.

Uma boa persona pode ser a chave do sucesso para a sua empresa, por isso crie-a com precisão e se baseando sempre em dados relevantes.

Imagem

Como criar uma buyer persona

Buyer Personas não podem ser criadas através de palpites ou suposições.Para que o produto final seja de qualidade. é necessário a realização de pesquisas, entrevistas e coleta sistematizada de dados junto à clientes e prospect.

A lista de perguntas que podem ser feitas é extensa e varia de acordo com o segmento de cada empresa. Mais importante ainda, para criar uma persona de qualidade é importante conhecer o seu cliente.

Primeiro passo: Faça perguntas

Como você já possui dados dos seus clientes e eles já sabem quem é a sua empresa, você deve a princípio procurar entrevistar pessoas que ainda não são seus clientes. É necessário fazer as perguntas certas para conseguir os dados necessários, pois o objetivo é criar uma identidade para a sua Buyer Persona. É baseando nessa Buyer Persona que você vai criar um planejamento de marketing.
Colete informações como:


Quais são as informações demográficas dessa pessoa

Coletar informações demográficas lhe ajudará a realizar o marketing offline e online com um foco melhor, além de ajudar a formar uma imagem de quem é a sua persona. Separe entre homens e mulheres, pergunte se eles são casados, qual é a renda familiar mensal, onde eles moram, qual a idade, se eles têm filhos, e qualquer outra pergunta que você ache necessária para lhe ajudar na formação da identidade da sua persona.


Quais são os seus objetivos? O que eles valorizam?
O seu objetivo é ajudar a sua persona a resolver algum problema ou mostrar uma oportunidade com o seu produto ou serviço. Então faça o possível para entender qual é o objetivo deles também, o que eles almejam, o que eles estão buscando, o que faz eles se sentirem bem, quais são os sonhos deles, o que eles mais valorizam.

Quais são seus pontos fracos?

Descubra quais são as dificuldades que essas pessoas estão enfrentando. O que os está impedindo de alcançar seus objetivos e sonhos e quais são suas dores. Pergunte detalhadamente sobre como essas dificuldades fazem eles se sentirem. Entenda o que afeta emocionalmente a vida deles, e assim você poderá entender melhor como você e a sua empresa poderão ajudá-los.

Onde eles buscam as informações?

Se você vai criar um perfil de consumidor ideal do seu produto, você precisa saber onde esse consumidor busca as informações. Eles buscam na internet, utilizam mídias sociais, ou eles preferem ver pessoalmente, ou talvez ler um jornal, revista. Sabendo onde eles buscam informações, você saberá exatamente onde a sua campanha de marketing deverá estar. O melhor cliente é o cliente bem informado.

Qual mercado elas trabalham e qual o cargo que ocupam?

A importância que você deverá dar a essa pergunta com certeza vai variar do produto ou serviço que você vende.
Faça essa pesquisa com a quantidade de pessoas que você ache necessário, não precisa ser um número muito grande, mas precisa ser o suficiente para que você consiga achar padrões.


Segundo passo: junte com os dados de seus clientes atuais

Após ter realizado a pesquisa, você já conseguiu as informações necessárias para criar um perfil de quem pode ser a sua Buyer Persona. Agora é necessário pegar os dados da sua pesquisa, e analisar com os dados que você possui dos seus atuais clientes. Utilize as mesmas perguntas feitas na pesquisa.

Terceiro passo: Descreva o perfil

Com os dados que você possui, você já conseguiu definir os padrões necessários para criar a sua Buyer Persona, ou seja, você já conseguiu definir quem é seu cliente ideal, e vai ser baseado nessa informação que todo o seu planejamento de marketing vai focar.

Crie quantos perfis você acha que deve, claro que de acordo com os resultados de suas analises. O importante é que você dê um nome e uma imagem à sua Buyer Persona. Você deve deixar bem claro como é o seu cliente ideal, ele tem que ser de fato uma pessoa!

No perfil, além do nome, e da imagem, você deve colocar todos os dados que você conseguiu de forma bastante simples para que a definição fique bem clara. Você deve colocar por exemplo, a idade, localização, nível social, cargo, mercado, e todas as informações que você achar significantes para que todos os seus funcionários saibam exatamente a qual pessoa eles estão vendendo.

Evitando erros

A construção de um persona deve ser feita com base em fatos e dados, não em palpites ou especulações. Uma persona errada pode trazer mais problemas do que soluções. A sua persona é seu cliente ideal, conheça ele bem e evite “achismos”. Existem alguns erros que são cometidos com mais frequência que você imagina. Vamos a alguns deles.


Não crie personas demais e fique atento!

Com muitas personas, sua estratégia nunca fica completa. Por isso crie menos personas e trabalhe elas de forma mais completa. Personas são muito úteis para o marketing de conteúdo, especialmente por causa de sua clareza. Mas não se engane, por trás dessa aparente simplicidade deve existir muita pesquisa e estudo.

#DICA: Não se perca em detalhes irrelevantes. Mantenha o foco nas características importantes, como: qual problema nossa empresa resolve para essa persona. Se você um dia estiver no meio de uma discussão sobre a cor dos olhos, ou dos cabelos da sua persona, você foi longe demais.

Mantenha o foco nas características importantes (comportamento de compra, preferências de conteúdo e produto, objetivos, problemas), eles realmente importam para o seu negócio.Uma buyer persona é uma ferramenta excelente que pode ajudar uma empresa a produzir conteúdo mais relevante e direcionado.

Crie personas e as trate como amigos próximos, pense na reação dela ao ler o conteúdo ou interagir com um CTA. Algo bem importante é sempre realizar testes! Você conhece as preferências dela, mas nem sempre é possível acertar em cheio. Trabalhe com o que você descobriu e otimize os processos ao longo do tempo.